Paranapiacaba e Santos

A Vila de Paranapiacaba é repleta de belezas naturais do bioma Mata Atlântica, e um rico acervo histórico a céu aberto perfeita para o estudo em campo.

Pertencente a Santo André, a Vila de Paranapiacaba, “lugar de onde se vê o mar”, em tupi-guarani, tem esse nome por ter sido, num dia claro, a visão que os povos indígenas tinham quando passavam por ali, depois de subir a serra do mar rumo ao planalto.

A Vila de Paranapiacaba é a única vila ferroviária do Brasil conservada desde sua fundação, cidade tombada pelo Patrimônio Histórico Cultural, repleto de belezas naturais do bioma Mata Atlântica, e um rico acervo histórico a céu aberto perfeita para o estudo em campo.

O crescimento do cultivo do café, teve total influencia para o desenvolvimento da ferrovia Santos-Jundiaí, que trouxe facilidades e trabalho para uma “nova” cidade que ali seria.

Uma cidade com muitas histórias, que traz ao aluno uma visão geral do que era o trabalho ferroviário, uma vila ferroviária, suas histórias, sua importância para o crescimento do nosso país entre muitos outros fatores.

TOUR HISTÓRICO PASSANDO PELOS 3 NÚCLEOS HABITACIONAIS

Museu Ferroviário Funicular: Casa de Máquinas, locomotivas, peças e fotos de século passado. Local onde foi implantado o sistema de tração dos trens da primeira ferrovia do Estado. Conheceremos os 2 sistemas funiculares.

Castelinho: a antiga Residência do Engenheiro Chefe inglês.

Trilha da Pontinha com Tanque do Gustavo: Trilha que nos leva ao Tanque do Gustavo, Reservatório de Água construído pelos ingleses em 1900, responsável pelo abastecimento das locomotivas do sistema funicular. Durante as caminhadas nas trilhas serão abordados os temas de educação ambiental.

Temas que são abordados:

  • Influência inglesa na região
  • Revolução Industrial
  • Captação e Tratamento de água criado há 120 anos
  • Sistema Funicular
  • 1ª Ferrovia a ligar o litoral ao interior paulista (Santos / Jundiaí)

Santos é uma das cidades mais antigas do Brasil, desta forma atualmente mescla a história com a modernidade portuária e ecológica.

Destacam-se a Bolsa Oficial do Café, marco da riqueza da cidade e o complexo portuário de Santos, o maior da América Latina, construído no início do século XX, como escoadouro de café.

Elevada a Vila em 1545, Santos tem sua origem relacionada com a chegada dos primeiros colonizadores portugueses ao Brasil, na expedição de Martim Afonso de Souza. Este veio distribuir, entre os fidalgos que o acompanhavam, as terras ao redor da Ilha de São Vicente. Dentre eles estava Brás Cubas oficialmente fundador de Santos.
Do povoado partiram muitas bandeiras, que penetraram no interior do território brasileiro, em busca de riquezas. Em nosso porto também desembarcaram, no início deste século, novos colonizadores: os imigrantes, oriundos de diversas partes do mundo.

AQUÁRIO DE SANTOS

Os corredores escuros, iluminados pelos diversos tons de azul que vazam das luzes de seus aquários, podem ser percorridos em cerca de minutos, mas é difícil passar menos de uma hora lá dentro. Além das diversas espécies de peixe, o aquário tem uma seção com pinguins e um terreno só para um lobo-marinho, a grande estrela desse passeio, que, de vez em quando, vem cumprimentar os visitantes, fazendo manobras muito próximas à imensa vitrine.

BOLSA DO CAFÉ

Inaugurada em 1922 para centralizar, organizar e controlar as operações do mercado cafeeiro, na época a principal fonte de riqueza do país, a Bolsa Oficial de Café, em Santos, traduzia-se como arquitetura típica do ecletismo que caracterizou as mais importantes obras do período. Nos dias atuais, a imponência arquitetônica da edificação ainda repercute admiração no cidadão que transita pelo centro.
Apesar do adensamento urbano ocorrido na região nas últimas décadas, a Bolsa se mantém como o edifício mais suntuoso e emblemático da Baixada Santista.

MUSEU DA PESCA

Exibe o esqueleto de uma baleia de 23 metros e animais empalhados da fauna marinha, processados na Seção de Taxidermia do museu. A Sala de Areias e Conchas reúne amostras de areia de várias praias do litoral brasileiro.

No térreo, a Ala Lúdica Petrobrás compreende três espaços temáticos: a Sala do Mar simula os ecossistemas que englobam o mar – fundo arenoso, praia arenosa, costão rochoso e manguezal; animais e plantas de resina podem ser observados através de vidros, no solo e no porão do aposento; na Sala do Barco, a sensação na proa de um barco a vela é simulada ao se manusear um timão antigo, que move uma plataforma e altera o curso registrado na bússola.
Em final de montagem, a Sala do Capitão vai exibir as vestimentas usadas pelos marinheiros e um diário de bordo. Nos jardins do museu destacam-se os belos portões de ferro e um canhão originário da Fortaleza da Barra.

MONTE SERRAT

O “coração da cidade”, como era chamado o Monte Serrat, não só abriga a imagem da santa padroeira da cidade como guardam em sua memória, proeminentes fatos de grande valor histórico e cultural. Numa verdadeira aula de história e geografia, o monte nos brinda de forma primorosa, de seus 157 metros erguidos do nível do mar, com o mais belo panorama de toda a região. Do mirante é possível visualizar com deslumbrante clareza de 360º toda a extensão da planície litorânea até a Mata Atlântica.

ALÉM DISSO

Passeio de Escuna, Passeio de Bonde pelo centro histórico de Santos, Memorial das Conquistas do Santos Futebol Clube.

Entre em contato conosco


Horário de funcionamento:

Seg-Sex 9h - 18h

Tel:

(19) 3288-0828

(19) 3212-2010

Endereço:

Rua Luís Otávio, 201

Taquaral, Campinas/SP

CEP 13087-018

e-mail: contato@universoludico.com.br